Seis maneiras de acabar com a sua empresa na crise

Seis maneiras de acabar com a sua empresa na crise

Em momentos de incertezas econômicas, todo cuidado é pouco. Veja como proteger o futuro de sua companhia

Não precisa procurar muito nos jornais, revistas ou sites de notícias para encontrar a informação de que as perspectivas econômicas não são nada animadoras. O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de toda a riqueza produzida no País, mostra desaceleração e há, até, quem fale em encolhimento da economia ainda neste ano. Isso dá um medo danado para nós, pequenos empreendedores, com fôlego financeiro reduzido.

Há muitas dicas importantes para ajudar o empresário a passar por isso com menor dificuldade: não fazer empréstimos, cortar gastos e reavaliar posicionamento no mercado. Contudo, existe o outro lado da moeda: aqueles erros que, se cometidos, trarão um problema danado para a longevidade de sua companhia.

Selecionamos, então, seis antirrecomendações. Se você estiver realmente empenhado em ter problemas, leia somente o título delas. Se quiser evitar enrascadas, acompanhe a explicação que vem na sequência:

1. Ignore o momento

Não é porque a crise ainda não refletiu em seus negócios que você deve acreditar que ela não existe. O impacto pode, realmente, nunca chegar até você, mas é bom se preparar para o caso de isso acontecer. Fique ligado nas notícias sobre a economia em geral e aquelas específicas do seu setor. Converse com fornecedores e concorrentes e veja se existe alguma movimentação que dê indícios de um desaquecimento nos negócios.

2. Invista sem pensar

Não que você deva congelar todos os seus investimentos em novas frentes de atuação, mas não é momento de tomar decisões sem cautela. Caso esteja abrindo um negócio ou ampliando um já existente, muna-se o máximo possível com informações e congele aquelas iniciativas que são mais arriscadas em termos financeiros.

3. Acredite que nada mudará

Normalmente, em turbulências econômicas, várias dinâmicas sociais mudam. Alguns produtos e serviços ficam obsoletos, ao mesmo passo que outros surgem com força e roubam mercado de quem não anteviu o movimento. Então, se você não quer ficar ultrapassado, seja flexível a mudanças. Sim, sua empresa que tem sucesso há mais de 20 anos pode ficar obsoleta da noite para o dia. Nada garante que o que deu certo no passado dará certo no futuro. Fique de olho.

4. Tape buracos com empréstimos

Se as vendas andam mal e o baixo faturamento já começa a refletir na receita é necessário reavaliar sua planilha de faturamento e despesas. Não fique tapando buraco com empréstimos, ainda mais os caros, sem entender se o que está acontecendo é passageiro ou não. Medidas impensadas como essa podem não somente afundar sua empresa na crise, como também impedir que ela aproveite os bons ventos quando a turbulência passar.

5. Não planeje o futuro

Está certo que futuro já é difícil de prever, algo bem mais difícil de se fazer em momentos de crise, mas não dá para ignorar o fato de que essa fase vai passar e que é preciso saber como emergir quando o cenário melhorar. Veja quais são os potenciais desfechos do momento econômico e se prepare para crescer nas diferentes possibilidades.

6. Surte

Sei que não é nada fácil manter a calma quando os negócios minguam, mas calma, especialmente do líder da empresa, é fator essencial para que tudo transcorra da melhora forma possível. Por isso, relaxe, tendo a certeza de que momentos ruins são tão comuns quanto os bons e que podem servir como aprendizado para amadurecimento – mas, para isso, é preciso ter calma e aprender com a situação, em vez de sofrer de forma exagerada.

Ajudou? Se sobraram dúvidas, comente este post. Toda sexta-feira o #ClicoResponde a uma dúvida de leitor.

 

[button link=”https://guiaempreendedor.com/duvidas-de-como-gerir-sua-empresa-mande-para-nos-que-o-clicoresponde/” target=”blank” color=”8BC751″ icon=”fa-check” size=”large” tooltip=”Tire sua dúvida”]Tem uma pergunta? o #ClicoResponde[/button]

Mateus Pinto
Mateus Pinto

Publicitário com 20 anos de experiência. Mateus é diretor de arte da Globalweb corp e Co-fundador da agência de Marketing Digital Neoside.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Aprenda mais recebendo em primeira mão conteúdos que vão te ajudar a empreender usando os melhores padrões do mercado. Receba no seu e-mail o que você precisa saber para Planejar, Abrir, Gerenciar e Crescer!