Comunicação

10 dicas para sua marca ter presença no Instagram

 

instagram

O Instagram foi a rede social de 2017 e tudo indica que continuará sendo em 2018. Embora seu número de usuários ainda esteja longe de superar o Facebook, a plataforma traz mais engajamento e oportunidades de se conectar aos seus seguidores. Isso a torna tão imprescindível quanto o Facebook em sua estratégia de marketing para redes sociais. Por conta disso, trouxemos 10 dicas para que sua marca tenha presença no Instagram e atraia mais seguidores e possíveis clientes para o seu negócio. Confira abaixo!

1. Complete a sua bio

Você deve pensar em seu Instagram de forma estratégica desde o momento da criação. É essencial que complete os dados de seu perfil o máximo possível. Se já possui um perfil no aplicativo mas ainda não terminou de preencher os dados, faça isso agora.

Diferente de uma Fan Page no Facebook, o perfil do Instagram é bem mais simples e rápido de preencher. A primeira parte do perfil exige apenas que informe um nome de usuário, link para seu site – pode ser o de sua página inicial ou de uma página que esteja promovendo -, e uma curta biografia, que deve ser sucinta mas que informe aos seus seguidores como seu negócio pode ajudá-los.

Recentemente, passou a se tornar possível incluir hashtags e menções a outros perfis na bio do Instagram, uma maneira de ser encontrado mais facilmente. As menções servem para quem possui negócios interligados como, por exemplo, um produtor de cursos online que possui um perfil próprio e o perfil de um curso específico. Ambos os perfis podem mencionar um ao outro, fazendo com que seus seguidores saibam sobre seu novo produto e quem está seguindo o perfil do curso conheça o profissional por trás dele.

Já as hashtags são uma boa maneira de aumentar suas chances de ser encontrado em buscas no Instagram. A princípio, você pode usar uma hashtag específica da sua marca e também a principal hashtag sobre o seu negócio. Por exemplo, se for dono de uma ecommerce na área de acessórios para telefones celulares, pode usar a hashtag #mobile no seu perfil.

2. Inclua suas informações de contato e converta seu perfil pessoal para profissional

Além disso, você também deve preencher as informações comerciais do seu negócio, como a Fan Page do Facebook – necessária para converter uma conta pessoal para profissional no Instagram -, sua categoria de serviços, localização, telefone e email para contato. É importante preencher as informações de contato para que seus seguidores saibam como solicitar um atendimento ou pedir mais informações.

instagram-contato

3. Aprenda como buscar e usar as hashtags

As hashtags são o principal veículo para interações no Instagram. São através dos termos seguidos pelo “sinal de jogo-da-velha” que os usuários fazem buscas na mídia social. Ou seja, se quiser ser encontrado no Instagram, é essencial que aprenda tanto a buscar hashtags relevantes para seu negócio quanto a empregá-las em seus posts para atrair seguidores.

Apesar de parecer complexo no início, encontrar as hashtags ideais para seu negócio são mais simples do que se imagina. Você pode começar procurando pelos termos mais usados em seu ramo. Por exemplo, se é uma maquiadora, as primeiras hashtags que pode buscar são #makeup e #maquiagem.

4. Conheça alguns tipos de conteúdo que pode usar no Instagram

Uma pergunta muito comum toda vez que começamos a usar uma mídia social é “que tipo de post eu vou fazer aqui”. Apesar de, inicialmente, o Instagram ser voltado a entusiastas da fotografia, atualmente seu propósito se tornou muito mais amplo.

No feed principal do Instagram, é possível criar três tipos de posts: imagem única, carrossel de imagens ou vídeos com até um minuto de duração. O Instagram surgiu como um app de fotografia, então, ainda é necessário que publique imagens em alta qualidade.

Entre os conteúdos que pode mostrar no Instagram, pode publicar vídeos curtos de bastidores, frases motivacionais relacionadas ao seu negócio e divulgar promoções, por exemplo. Alguns tipos de post que normalmente dão retorno em engajamento também são os tutoriais e dicas relacionados à sua área.

É primordial que sempre crie posts pensando no que o seu público alvo gostaria de ler. Por isso, estude o perfil dele antes de publicar qualquer conteúdo. Exemplo, não publique um meme relacionado a futebol se o seu produto não tiver fit com o esporte. A qualidade do seu conteúdo influência diretamente no interesse do seu seguidor na sua marca. Pense nisso!

5. Nas publicações, mescle hashtags populares e de nicho

Retornando à nossa dica sobre hashtags, é importante lembrar de sempre adicionar hashtags às suas publicações. Você pode tanto colocar as hashtags ao final do post, abrindo alguns espaços antes de os incluir, quanto nos comentários da publicação, já que o efeito será o mesmo: facilitará que outros perfis encontre sua publicação na busca do Instagram.

Como dizemos no subtítulo, vale buscar as hashtags mais populares. Porém, não podemos nos ater exclusivamente a elas. O grande número de usuários que as buscam pode ser atrativo, mas também pode atrair seguidores falsos e bots. Por isso, encontre também hashtags de nicho, já que as chances de ser seguido por usuários reais é maior.

Utilize hashtags populares para aumentar sua visibilidade, mas também as de nicho para atrair seguidores reais. Essa é uma das melhores estratégias no uso das hashtags do Instagram. Mas não se esqueça que para ser assertivo na escolha das hashtags é necessário conhecer bem o seu cliente.

6. Se estiver sem tempo para interagir no Instagram utilize programas de interações automáticas

O Instagram é movido por interações. Quanto mais curtir e comentar em posts e seguir usuários, maiores são suas chances de receber novos seguidores. Por outro lado, a atividade demanda bastante tempo, um recurso que a maioria de nós não temos. É aí que entram as ferramentas de interação automática do Instagram.

Esses programas – que podem ser usados e configurados em qualquer navegador web – facilitam essa tarefa. Requerendo apenas que crie os filtros de buscas e interações – normalmente por hashtag, perfis concorrentes ou localizações -, você pode deixar que eles assumam seu perfil, curtindo posts e seguindo usuários de acordo com suas configurações.

Vale lembrar que estes softwares NÃO fazem compra de seguidores – passível de banimento -, mas automatizam as interações. Como todo usuário recebe uma notificação toda vez que ganha um seguidor, é possível que ele o siga de volta. Porém, a decisão continua nas mãos do outro usuário, que não é forçado a dar o follow.

Dica: Para saber mais sobre esse tipo de aplicativo, acesse o Gerenciagram e se cadastre para testá-lo por 5 dias gratuitos!

7. Evite despertadores: use ferramentas para agendar postagens no Instagram

Uma das principais faltas do Instagram é ainda não permitir agendar publicações de maneira nativa, como já faz o Facebook. Porém, também existem uma série de ferramentas que permitem aos usuários agendar seus posts e evitar ter que colocar um despertador para se lembrar de publicar uma postagem.

Atualmente, existem diversas plataformas que contam com essa ferramenta e algumas delas também já permitem o agendamento de Stories, que falarmos mais a frente. Clique no artigo para conhecer algumas das melhores ferramentas para agendar postagens no Instagram.

No uso dessa ferramenta, vale a pena testar diferentes dias da semana e horários, de maneira que consiga descobrir quais são os horários de pico que seus seguidores acessam a rede social. A partir daí, poderá dar um direcionamento melhor aos seus posts e estabelecer uma rotina, mantendo a consistência de conteúdo, muito importante para ser bem-sucedido nas redes sociais.

8. Use as Stories do Instagram para gerar engajamento!

Localizadas na barra ao topo do feed do Instagram estão as Stories. Um formato diferente de conteúdo, as publicações feitas nele ficam disponíveis por apenas 24 horas. Apesar disso parecer negativo, as Stories são excelentes para gerar engajamento para sua marca no Instagram.

Porém, o tipo de conteúdo a ser postado nas Stories é diferente do que no feed normal. Nas Stories, é esperado que seu conteúdo seja mais autêntico, ou seja, não passe por tantas edições ou filtros. O próprio propósito da plataforma é permitir aos seus usuários publicar conteúdo mais divertido, por isso a possibilidade de usar máscaras, emojis e GIFs no conteúdo. Além de fotos e texto, você pode publicar vídeos de até 15 segundos nas Stories.

Recentemente, o Instagram lançou uma série de adesivos que auxiliam produtores de conteúdo a gerar engajamento. As enquetes, enquetes deslizantes e as respostas dinâmicas, são maneiras de criar post que encorajam seus seguidores a dar um feedback, respondendo à perguntas que fazem a eles ou seguindo o caminho inverso. Ou seja, pedindo que eles enviem questões que pode responder nas Stories.

Não ignore as Stories e teste todas suas funcionalidades para descobrir o que dá certo para o seu perfil. Se ainda não sabe bem como criar Stories do Instagram, conheça essas 11 ferramentas que podem facilitar bastante o seu trabalho.

9. Faça transmissões ao vivo

Também disponíveis na barra de Stories do Instagram, as transmissões ao vivo são o tipo de conteúdo que são mais favorecidos pela plataforma. Além da posição privilegiada, seus seguidores recebem uma notificação toda vez que fizer uma live na rede social, aumentando suas chances de receber espectadores.

instagram-live

O conteúdo que pode abordar nas transmissões são semelhantes à maioria dos conteúdos em vídeo. Falar sobre o seu negócio, sua trajetória e como ajudar pessoas são um bom início, mas também pode criar lives para anunciar novos produtos ou promoções, por exemplo.

Dois tipos de conteúdos que funcionam melhor em lives são as entrevistas ou as sessões de perguntas e respostas, nas quais seus seguidores poderão fazer perguntas na seção de comentários da transmissão e pode respondê-los de pronto. Deixe a timidez de lado e entre ao vivo para se comunicar com seus seguidores!

10. Explore o IGTV!

Um lançamento do Instagram, o IGTV é a investida da plataforma contra o YouTube na área de vídeos. Permitindo vídeos mais longos que os permitidos no feed do Instagram e nas Stories, o IGTV funciona através de um botão no app nativo ou através de um aplicativo próprio.

instagram-igtv

Qualquer usuário pode criar um canal no IGTV em simples passos e começar a enviar vídeos, que podem ter de 15 segundos a 10 minutos para contas normais, estendendo o limite para 60 minutos em contas verificadas. Vale lembrar que os vídeos não podem ser feitos diretamente do IGTV, sendo necessário gravá-los e então carregados. Outra particularidade é que todo conteúdo deve ser gravado na vertical, já que o aplicativo é otimizado para assistir vídeos no celular.

Bônus: teste todas as novidades que surgirem!

Agora que demos algumas dicas para que sua marca tenha presença no Instagram, encerramos nosso artigo com a principal dica para qualquer rede social: teste todas as novidades! Toda plataforma nova e forma de criar conteúdo podem ser uma grande oportunidade de gerar mais conteúdo e engajamento, além de aumentar seu número de seguidores. Sempre fique atento às novidades e teste-as assim que lançarem!

Deixe uma resposta

Você pode gostar