5 dicas para abrir o seu primeiro negócio com pouco investimento

5 dicas para abrir o seu primeiro negócio com pouco investimento

Quem nunca quis tirar uma ideia do papel e acabou se deparando com a carteira vazia? Isso pode ser bem frustrante! Mas fique calmo: é possível sim abrir o primeiro negócio com pouco (ou nenhum) dinheiro.

A falta de recursos financeiros pode até se tornar um trunfo e alimentar o espírito inovador que há dentro de você.

Você pode estar pensando: “Tudo bem, Clico, eu já entendi que é possível, mas o que eu devo fazer?”. Para dar aquele empurrãozinho, separei 5 dicas para você começar agora!

1. Faça a validação da sua ideia

Muitas vezes tive ótimas ideias de negócios e ficava com aquela eterna dúvida: “Será que isso tem chances de dar certo ou só estaria perdendo meu tempo? ” A única forma de resolver isso é validando a sua ideia antes mesmo de começar.

Para isso não adianta só perguntar a opinião dos seus amigos e família. A melhor maneira de validar sua proposta é conversando com potenciais clientes, empreendedores experientes e investidores. Com eles você poderá desenvolver a melhor solução para o problema que identificou e ainda colher feedbacks valiosos com pessoas que, muitas vezes, conhecem o mercado melhor do que você.

2. Encontre um sócio para abrir o primeiro negócio

Começar um negócio é sempre uma tarefa árdua e fazer isso sozinho pode deixar as coisas ainda mais difíceis. E a situação pode piorar ainda mais com pouco dinheiro.

Com isso, procure por um sócio que compartilhe das suas visões de produto ou serviço. Busque por pessoas que o complementem, que sejam muito melhores que você em áreas-chave para o seu negócio.

3. Não tenha medo de fazer networking

Criar e manter uma boa rede de contatos é muito importante para qualquer empreendedor. Além das potenciais parcerias comerciais, outros empreendedores do seu setor de atuação podem fornecer informações mais precisas do mercado e dicas para o dia a dia da sua empresa.

Dessa maneira, é possível descobrir formas de aplicar os recursos escassos que você possui de uma maneira mais inteligente.

4. Mostre ao mundo que sua empresa existe

Investir em marketing é prioridade. E as mídias digitais são o melhor investimento em marketing para quem está com poucos recursos. São canais mais baratos e acessíveis do que as mídias tradicionais.

Não adianta nada você desenvolver um produto/serviço incrível se as pessoas não souberem que ele existe. Então, é preciso divulgar seu negócio. As pessoas precisam encontrar você quando buscarem por soluções.

5. Faça coisas que não escalem

Essa é uma dica roubada do Paul Graham, um dos fundadores do Y Combinator, uma das maiores aceleradoras de empresas do mundo.

Faça desde as vendas até o suporte ao cliente no início do negócio. Somente desta forma você irá entender todas as dores internas e externas do seu negócio e poderá desenvolver processos para, aí sim, escalar o desenvolvimento do seu projeto.

Quanto mais escassos os recursos de uma empresa, melhor eles devem ser administrados, mas não isso não pode ser uma desculpa para deixar de abrir o primeiro negócio.

Defina metas e procure aprender tudo sobre o negócio e o mercado. Elabore um bom plano de negócios, faça as adaptações necessárias no dia a dia, e garanto que você irá longe!

Gostou das nossas dicas? Está pronto para abrir o primeiro negócio? Compartilhe suas expectativas nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Aprenda mais recebendo em primeira mão conteúdos que vão te ajudar a empreender usando os melhores padrões do mercado. Receba no seu e-mail o que você precisa saber para Planejar, Abrir, Gerenciar e Crescer!