Como começar a vender produtos de beleza e lucrar com isso?

Como começar a vender produtos de beleza e lucrar com isso?
Cristina Boner
Cristina Boner
Empreendedora e Fundadora @ Globalweb Outsourcing

Sei que muitas pessoas buscam obter renda extra, seja para pagar contas atrasadas ou para conquistar um sonho de consumo mais caro, como a compra de um veículo ou da casa própria. E vender artigos de beleza pode ser um excelente negócio para conseguir mais dinheiro.

Você já deve saber que o mercado de produtos de beleza tem muita força no Brasil. Mulheres e homens vêm se preocupando cada vez mais com sua aparência, tanto por razões pessoais, como melhorar a autoestima, quanto por razões profissionais, como criar uma boa impressão em entrevistas de trabalho. Por esse motivo, vender produtos de beleza é uma das opções que você pode seguir na busca pelo seu próprio negócio. Que tal ver alguns tipos de negócio nessa área?

Seja uma revendedora

Essa é uma das opções mais tradicionais, e mais simples também. Várias marcas têm sistemas de revenda e você pode se associar a uma delas; então, seu trabalho será apresentar os produtos a homens e mulheres interessados por meio de catálogos e amostras.

Cada vez que você fizer uma venda, irá receber uma comissão. Ou seja, quanto mais você vender, mais irá ganhar. O melhor aspecto dessa opção é o baixo custo, já que você não precisa de um espaço físico nem de estoque para vender produtos de beleza. Outro ponto interessante é a flexibilidade: você pode ser revendedora nas horas vagas e combinar essa atividade com outras.

Tenha uma franquia

As franquias são um tipo de loja especial. Elas têm tudo que uma loja comum tem, mas com um detalhe: você só pode vender produtos de beleza da marca à qual é franqueado. E tem que seguir os procedimentos padrão da franquia — de atendimento, vendas, controle financeiro e controle de estoque, por exemplo.

Essa opção exige um investimento maior, pois você vai precisar comprar todos os materiais da marca e ainda pagar pelo aluguel de uma sala para a loja. O lado positivo é que as perspectivas de lucro são mais altas. Além disso, apesar de você estar preso a uma série de regras da marca, a franquia permite mais crescimento para quem tem um espírito empreendedor!

Abra uma loja física

A loja física exige os mesmos investimentos que a franquia. Mas ela também demanda algo a mais: verdadeiro espírito comercial! Isso porque, quando você abre a franquia, ela já vem com um sistema de funcionamento e produtos prontos para você. Mas, ao abrir uma loja para vender produtos de beleza, é sua responsabilidade planejar e executar absolutamente tudo. Você terá que escolher quais produtos vai vender, quais fornecedores vai usar, qual será seu sistema de atendimento, como será feito o controle da empresa… tudo.

A vantagem é que o dono de uma loja física tem mais liberdade de escolha. É um trabalho que exige muita dedicação, disciplina e organização. Porém, se você tiver uma boa ideia, pode criar algo único e transformar seu negócio em uma referência.

Monte uma loja virtual

Imagine tudo o que a loja física oferece de bom e tire os altos investimentos em espaço físico. Isso é a loja virtual. Se você tiver um computador, pode começar a trabalhar agora mesmo!

Porém, atenção. Embora a loja virtual seja mais barata de implementar, e permita um ritmo de trabalho mais flexível, ela também exige muita organização. Afinal, o cliente de lojas virtuais tem sempre “um pé atrás” e exige atendimento e entrega impecáveis. Do contrário, seu e-commerce pode acabar com uma má reputação.

Seja conhecido pelos clientes

Não importa qual método você escolha para vender produtos de beleza, os clientes precisam saber que você existe. Por isso, invista em marketing. Uma das maneiras mais eficazes de fazer isso é o marketing digital.

Com um bom website e páginas corporativas nas redes sociais, você poderá alcançar o país inteiro. Lembre-se de que o marketing digital não é somente para quem tem uma loja virtual: até as representantes de vendas podem usar essa ferramenta!

Adquira mais conhecimento

Para vender bem, é preciso entender o que você está vendendo. Isso vale também para vender produtos de beleza. Para que seus clientes fiquem ainda mais satisfeitos (e comprem mais), tente dar a eles informações valiosas. Busque conhecer bem seus produtos, como eles são usados, suas vantagens… Esse tipo de informação pode ser encontrado bem facilmente na internet, em revistas e na televisão. Eu garanto: sei, por experiência própria, que quando os clientes confiam em sua opinião sobre o produto eles seguem a sua sugestão de compra.

E aí, agora que eu te dei essas dicas você ficou animada para começar a vender produtos de beleza? Qual vai ser o seu próximo passo? Deixe seu comentário!

Cristina Boner
Cristina Boner

Professora, brasileira, ex-funcionária pública, empreendedora, fundadora o Grupo TBA, Cristina foi pioneira no estudo das soluções Microsoft já em 1990 e, tornou-se detentora de notoriedade nos softwares produzidos pela Microsoft antes mesmo do lançamento do Sistema Operacional Windows para computadores pessoais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Aprenda mais recebendo em primeira mão conteúdos que vão te ajudar a empreender usando os melhores padrões do mercado. Receba no seu e-mail o que você precisa saber para Planejar, Abrir, Gerenciar e Crescer!