Marketing Viral: Aprenda como viralizar um conteúdo com 6 dicas

Marketing Viral: Aprenda como viralizar um conteúdo com 6 dicas
Gustavo Alonge
Gustavo Alonge
Co-fundador @ Engajatech

O que causa a viralização de um conteúdo? Como viralizar um conteúdo? Acompanhe o artigo de hoje e aprenda 6 maneiras de fazer o marketing viral.

Todos os dias, um novo conteúdo viraliza na internet, e às vezes, é algo tão marcante que é lembrado até mesmo mesmo anos depois. Mas o que é um conteúdo viral? A gente te explica: Todo conteúdo que se considere viral é aquele que é compartilhado massivamente pelas redes sociais e gera muitos comentários e reações. Um bom exemplo foi a Ice Bucket Challenge, campanha criada nos Estados Unidos com o intuito conscientizar sobre a esclerose lateral amiotrófica e arrecadar doações para pesquisas. Todo mundo se lembra desse desafio, até hoje, mesmo 4 anos depois. E quem não se lembra também do desafio Charlie Charlie? Se você não sabe, isso foi uma propaganda para o filme A Forca, de 2015, que teve 100.000 dólares de orçamento e arrecadou 43 milhões de dólares em bilheteria. Um bom marketing viral é isso, não importa quanto você investe, mas sim como investe. Para uma empresa, ter um conteúdo viralizado significa estar na boca e na mente do povo. E isso é ótimo.

Quer viralizar um conteúdo mas não sabe como? Não se preocupa. Embora não exista uma fórmula mágica, no artigo de hoje, vamos te mostrar 6 dicas pra viralizar um conteúdo. Veja abaixo!

1 – Moeda Social: Viralizando conteúdos pensando no que os outros vão pensar

 

compartilhar

 

Antes de aplicar o marketing viral, é importante você ter em mente que, ninguém compartilha um conteúdo na internet simplesmente por compartilhar. As pessoas compartilham aquilo que é divertido, inteligente, solidário, atual, entre outros, porque aquilo faz o seu ciclo de amigos pensar que aquela pessoa é tão inteligente ou tão divertida quanto aquele conteúdo. É por isso que chamamos de moeda social, pois aquele conteúdo vale alguma coisa dentro daquele grupo social. Esse conceito tem base na teoria de capital social, que explica como as pessoas agem em grupos sociais. Existem três formas simples de fazer com que as pessoas queiram compartilhar aquele conteúdo: notabilidade interna + alavancar uma mecânica de jogo + fazer as pessoas sentirem-se por dentro. Sabendo disso, é necessário que você avalie o que a sua marca tem de diferente da concorrência, o que é o mais marcante. Ou seja, aquilo que torna a sua marca única e é extremamente difícil de ser imitado.

 

 

curso online marketing de conteudo

 

 

2 – Gatilhos: Utilize estímulos para ser lembrado

Todo conteúdo que viraliza está associado a algum contexto ou situação, para que assim o consumidor lembre daquela marca. Existem diversos tipos de gatilhos simples a serem utilizados, como por exemplo, sentimentos, palavras, datas comemorativas e locais de uso. Um exemplo de gatilho bem famoso é o Kit Kat nos Estados Unidos, onde fizeram com que a hora do café ou um momento de pausa fosse ligado ao ato de comer um Kit Kat, com o slogan “Have a break. Have a Kit Kat.” Com isso, sempre que alguém lá fala “Have a break”, logo a outra pessoa se lembra do Kit Kat, sendo assim um gatilho extremamente poderoso.

3 – Emoção: Mexa com os sentimentos do público

 

viralizar

 

As pessoas geralmente compartilham aquilo que mexe com suas emoções. De acordo com pesquisas, os conteúdos mais compartilhados são aqueles que geram alegria, inspiração e raiva. Em contrapartida, os conteúdos menos compartilhados são aqueles que geram tristeza e os que não causam emoção alguma. Sabendo disso, na hora de criar um conteúdo é necessário pensar exatamente no que as pessoas vão sentir.

Um bom exemplo disso foi o vídeo Retratos da Real Beleza, da Dove, que mexeu bastante com a emoção do público. Nessa campanha, algumas mulheres se sentavam e descreviam sua própria aparência para um desenhista. Sem vê-las, ele desenhava de acordo com o que elas descreviam. Após isso, pessoas desconhecidas descreviam aquelas mesmas mulheres para o desenhista, que ainda não tinha as visto. No final, era possível ver que os desenhos que seguiam a descrição dos desconhecidos sobre as mulheres eram muito mais bonitos e fiéis a realidade, do contrário de quando as mulheres se auto-descreviam. A mensagem se tratava de auto estima, dizendo as mulheres que elas deveriam valorizar sua real beleza.

O vídeo foi rapidamente se espalhando pelas redes sociais, sendo altamente compartilhado. A Dove estima que cerca de 50 milhões de pessoas tenham visto sua campanha. E como isso aconteceu? Graças ao fato do vídeo ter mexido diretamente com os sentimentos do público, emocionando e deixando uma mensagem de valor.

4 – Público: Cause a imitação

 

 

Fazer com que o seu conteúdo esteja ao alcance e observável torna muito mais fácil que aquele comportamento seja reproduzido e popular. Pessoas imitam pessoas, isso é um comportamento natural. Não é a toa que atualmente existem diversos digital influencers e youtubers que influenciam diretamente no que os jovens vão pensar ou no que vão fazer. Por essa razão, para que seu conteúdo viralize, é necessário que ele seja visto, seja sendo consumido ou compartilhado por outras pessoas. Quer um bom exemplo? As pulseiras Livestrong, que foram vendidas junto da imagem de Lance Armstrong. Nos 6 primeiros meses, foram vendidas 5 milhões de pulseiras. No fim da campanha, foram vendidas mais de 85 milhões de pulseiras.

5 – Valor prático: Seja útil para o público

As pessoas gostam de ajudar os outros, independente de ser amigos ou familiares. Por isso, quando um conteúdo agrega informação, seja ela uma forma de economizar dinheiro, poupar tempo ou melhorar a saúde, as pessoas vão compartilhar e divulgar. Um exemplo de valor prático foi de Ken Craig, um senhor que demonstrou em um vídeo como retirar o milho da espiga de forma bem simples, tão prático que foi compartilhado mais de 5 milhões de vezes. Quando algo agrega valor para o público, independente de qual for, vai dar sempre a sensação de que aquilo merece ser compartilhado.

Está gostando do assunto? Se você quer aprender na prática como viralizar um conteúdo, nós temos um curso que pode te ajudar com isso e muito mais. O curso de marketing de conteúdo do Iped, aborda esse e outros assuntos importantíssimos para você ter sucesso na sua estratégia. Então fica a dica, acesse aqui o curso marketing de conteúdo para ter mais informações sobre a grade.

6 – História: Conte algo interessante

Uma boa história por trás de uma propaganda é capaz de gerar inúmeros compartilhamentos e repercussões. Isso porque as pessoas não compartilham apenas informações, mas sim a história por trás delas, pois isso passa uma lição ou uma moral. A mensagem precisa ser tão ligada à narrativa de forma que as pessoas não possam contar a história sem ela. Veja por exemplo a história de Jared Fogle, que perdeu 110 quilos apenas comendo sanduíches do Subway. A empresa, na época, recebeu uma enorme repercussão e uma enxurrada de clientes, inclusive aqueles que temiam consumir por receio de engordar, pois afinal, Jared Fogle perdeu peso se alimentando apenas de Subway.

E então, gostou das dicas da Engajatech para utilizar efetivamente o marketing viral na sua empresa? Se quer aprender mais sobre Marketing, cadastre-se hoje na Semana do Marketing para Pequenas Empresas e receba na sua caixa de email os outros 4 conteúdos que preparamos para você!

Gustavo Alonge
Gustavo Alonge

Marketeiro, Jedi Master e Co-fundador da EngajaTech. Vivendo a vida fora da caixa e buscando novas oportunidades de aprender e gerar valor ao próximo. Responsável pelo sucesso do cliente na EngajaTech, busca incessantemente ajudar seus clientes à "viralizar" seus conteúdos e se tornarem referência em seus mercados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Aprenda mais recebendo em primeira mão conteúdos que vão te ajudar a empreender usando os melhores padrões do mercado. Receba no seu e-mail o que você precisa saber para Planejar, Abrir, Gerenciar e Crescer!