Quais os principais erros do gerenciamento de estoque?

Quais os principais erros do gerenciamento de estoque?

Um gerenciamento de estoque ineficaz pode causar diversos prejuízos para uma empresa: perda da produtividade, perda de dinheiro — representado pelo investimento na compra dos produtos —, erros de expedição, retrabalho, enfim, uma série de problemas que nenhum empreendedor deseja enfrentar em sua gestão.

Hoje eu vou falar sobre os erros do gerenciamento de estoque que são mais comuns e que devem ser evitados a todo custo. Quer saber mais? Confira agora mesmo:

Não manter a comunicação com o setor comercial e de compras

Sempre vejo casos de empresas em que os departamentos atuam por conta própria, com objetivos distintos e sem nem levar em consideração a estratégia da empresa como um todo. No caso do gerenciamento de estoque, é fundamental manter a comunicação com o setor comercial e de compras e criar uma sintonia maior entre esses departamentos.

Isso porque para que a gestão do estoque seja mais assertiva, é preciso compreender as demandas de vendas, o fluxo do produto dentro do estoque e transmitir essas informações ao setor de compras. Só assim é possível compreender a real demanda, fazer as compras adequadamente e programar o estoque para o recebimento das mercadorias.

Comprar mais itens do que o necessário

Para que isso não aconteça, é necessário estar com o estoque em dia e atento à sazonalidade — se você não sabe sobre o que eu estou falando, explico: itens sazonais são aqueles que possuem épocas de baixa e alta nas vendas, como por exemplo artigos natalinos. Fazer a compra de itens em excesso pode causar perdas, obsolescência, abarrotar o estoque comprometendo mais espaço do que o necessário e ainda por cima comprometer o capital disponível que a empresa possui!

Mais um motivo pelo qual a comunicação com vendas e compras deve ser constante, certo?

Não realizar inventários periódicos

Se preocupar com um inventário geral é essencial para colocar o estoque em dia e alinhar as informações com o controle — seja via sistema, seja via planilhas. Contudo, o meu conselho é: realize inventários periódicos! Eles ajudam a identificar prováveis falhas mais rapidamente e a conseguir criar ações para diminuir os impactos dos problemas, caso venham a ocorrer.

A periodicidade — semanal, quinzenal ou mensal — deve ser definida pelo gestor, de acordo com a necessidade do estoque.

Não atualizar as informações instantaneamente

Independentemente de ser entrada ou saída de materiais, qualquer atualização deve ser realizada imediatamente. Já vi muitos casos em que as pessoas recebem alguns produtos e falam “depois eu atualizo”. Esse é um dos maiores erros do gerenciamento de estoque!

Adiar essa tarefa pode fazer com que o gestor — ou o profissional da área — acabe se esquecendo de transmitir a informação, o que pode causar furos no estoque posteriormente — ou até mesmo prejuízos com a falta de contabilização.

Quer saber mais como evitar erros do gerenciamento de estoque e fazer uma gestão mais eficaz? Eu recomendo a leitura desse artigo!

O que você achou desse texto? Já cometeu alguns desses erros do gerenciamento do estoque que eu citei? Comente sua opinião e suas experiências e continue acompanhando o blog para receber mais conteúdo como esse!

Clico

O Guia empreendedor é o ecossistema de empreendedorismo que tem como principal proposta ajudar os empreendedores a darem o próximo passo na criação de um negócio de sucesso. Ajudamos nas resoluções dos problemas rotineiros que todo empreendedor tem na gestão do seu negócio através de Conhecimento, Networking e Tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Aprenda mais recebendo em primeira mão conteúdos que vão te ajudar a empreender usando os melhores padrões do mercado. Receba no seu e-mail o que você precisa saber para Planejar, Abrir, Gerenciar e Crescer!