Finanças e Tributos

Qual a diferença entre financiamento e empréstimo para uma empresa?

 

É comum que as empresas precisem buscar recursos financeiros para investir em projetos de ampliação ou automatização, ou ainda que necessitem de mais dinheiro para cobrir gastos com imprevistos ou para liquidar uma dívida com juros muito alto e condições desvantajosas. Se sua empresa estivesse em alguma dessas situações, você saberia dizer se é melhor optar por empréstimo ou financiamento? Sabe qual a diferença ente os dois? Descubra no meu post de hoje!

Características de um empréstimo

Costumo dizer que um empréstimo é uma compra de dinheiro. Isso mesmo, ao fazer um empréstimo em uma instituição financeira, estamos comprando uma quantia de dinheiro que será devolvido com juros após um período. Nessa operação, o banco lucra em dar o dinheiro que você necessita no presente e receber um valor superior ao praticado pelos índices econômicos futuramente.

As duas principais características de um empréstimo são, primeiramente, que a instituição financeira não sabe onde você utilizará o dinheiro e, quase sempre, não há nenhum bem envolvido como garantia financeira. Aqui o único mecanismo de segurança é um contrato celebrado entre você e o banco.

Por não ter maiores garantias financeiras e por envolver mais riscos para o banco — afinal, se você não pagar, ele terá que cobrir esse prejuízo — os empréstimos costumam ter altas taxas de juros.

Características de um financiamento

Ao solicitar um financiamento, a empresa terá que indicar à instituição financeira como utilizará o dinheiro e, normalmente, envolverá o bem comprado como garantia de que pagará a dívida. Caso isso não aconteça, o banco poderá tomar o bem adquirido, enviar para leilão e obter, ao menos, parte do valor cedido para a realização daquele investimento do empresário. Logo, o financiamento envolve maiores garantias e menores riscos para o banco e, por isso, costuma ter uma taxa de juros menor que a do empréstimo.

Outra diferença básica entre financiamento e empréstimo está relacionada à burocracia na hora de solicitar: para liberar um empréstimo, o banco só precisa fazer a análise de crédito de sua empresa e definir qual o montante máximo que ele pode liberar para ela (bem semelhante a um empréstimo pessoal).

Já para fazer um financiamento, o banco pedirá que sejam apresentados orçamentos, o projeto relativo à sua solicitação e a empresa de quem você comprará, além de alguns documentos como Balanço Patrimonial e DRE dos últimos três anos, então avaliará o projeto para determinar se irá ou não conceder o crédito. Um exemplo disso seria o financiamento de um automóvel para sua empresa.

Por fim, há uma última diferença: em empréstimos, você recebe o valor solicitado e determina como pretende utilizá-lo. No financiamento, esse valor é entregue diretamente para o vendedor do bem desejado ou o banco exige provas de que o dinheiro está sendo aplicado, conforme o projeto apresentado no momento da contratação.

Em quais situações devo optar por financiamento e empréstimo em minha empresa?

De modo geral, podemos dizer que empréstimos são mais adequados para sanar situações de curto prazo, como pagar fornecedores, obter uma vantagem em comprar determinada mercadoria, corrigir problemas como capital de giro e fluxo de caixa.

O financiamento, por sua vez, está mais relacionado a um investimento planejado e que aumentará o potencial de lucro da empresa, como compra de novas máquinas, implementação de um sistema de gestão, ampliação ou reforma de Pontos de Vendas, iniciar um processo de importação ou exportação de produtos.

Você já utilizou financiamento e empréstimo? Sabia dessas diferenças? Compartilhe sua experiência comigo deixando um comentário e ajude outros empresários a melhorar a performance de seus negócios!

Deixe uma resposta

Você pode gostar