Qual a diferença entre ERP e CRM?

Qual a diferença entre ERP e CRM?

O Guia Empreendedor é primo do Vouclicar.com – empresa que vende aplicativos de gestão em cloud computing para pequenos e médios negócios. Tenho bastante contato com a turma de vendas do site, o que gera um intercâmbio bem legal.

Eles me retornam as principais dúvidas dos clientes sobre as soluções e tecnologia em geral. Uma delas achei bem relevante e gostaria de compartilhar aqui com vocês: o que é ERP e qual a diferença entre ERP e CRM?

Vou começar pelo começo, explicando cada um individualmente. A resposta vai ficar bem clara depois disso.

ERP

O Enterprise Resource Planning (ERP) é o software de gestão mais básico de uma empresa. Ele é usado para garantir o controle financeiro, fiscal e contábil da organização.

O ERP integra informações sobre pagamento de despesas e recebimento de receitas, levando em conta o custo de tributo de cada uma das operações. Esse tipo de software é literalmente a base para a gestão de uma companhia.

CRM

Já o CRM, (do inglês Costumer Relationship Management ou Gestão do Relacionamento com o Cliente) é um sistema usado por empresas para cuidar de sua base de consumidores.

O CRM é vendido como software (no modelo de licença ou no modelo de software as a service/cloud computing). O principal objetivo desse sistema é assegurar e proteger as informações comerciais da empresa, ao mesmo tempo em que ajuda a identificar os melhores planos de ação e alternativas para aumentar as vendas, gerenciar metas e avaliar os vendedores.

Então, o ERP é o controle financeiro e gestão da empresa de uma forma completa, enquanto o CRM é o controle dos clientes e, por consequência, das vendas.

Agora você pode estar pensando: “Ok, Clico, entendi. Mas quais são os benefícios que cada um deles pode trazer para a minha empresa no dia a dia?” Por isso vou destacar as vantagens principais de cada um.

O ERP ajuda a:

• Reduzir os custos com TI, mão de obra, desperdícios, erros e retrabalhos;
• Reduzir os prazos de entrega, pois aumenta a produtividade;
• Facilitar a gestão do estoque e a compra e venda de mercadorias (você que é empresário sabe a importância disso);
• Melhorar a gestão tributária, evitando multas e diminuindo a dependência de contadores.

O CRM ajuda a:

• Reduzir gastos com papel;
• Reduzir o tempo gasto para procurar informações e documentos;
• Facilitar o treinamento da equipe através do software;
• Aumentar as vendas, pois permite passar mais tempo vendendo e menos tempo organizando informações.

Acho que agora ficou ainda mais claro, né? Talvez você até já tenha decidido qual dois dois sistemas deve ser implantado imediatamente na sua empresa. O próximo passo é saber como você pode fazer essa implantação. E fique tranquilo: isso vale para todos os tamanhos de organizações.

Implantação do sistema

Tenho visto por aí que essa etapa provoca dor de cabeça em alguns gestores, pois envolve mudanças organizacionais, alterando algumas tarefas e responsabilidades da equipe.

Nessa hora o fator humano é fundamental: chame seus colaboradores para participar da implantação. Peça sugestões de contribuição, até porque eles sabem o que pode ser melhorado. Ninguém deve ficar de fora!

Outro ponto importante é a escolha do fornecedor e do software (até já escrevi um post sobre isso). Opte por uma empresa experiente e que esteja à disposição para trabalhar em parceria, dando suporte e adaptando tudo para as suas necessidades. Junto com esse parceiro, você deverá decidir como a implantação será feita. Vocês terão que escolher se todos os módulos vão entrar em funcionamento juntos – em todos os departamentos da empresa – ou se a implementação será em etapas, pouco a pouco.

Qual é a hora certa para implementar um ERP?

Se você está se perguntando isso, saiba que é uma ótima questão. Basicamente, qualquer empresa que esteja sentindo dificuldades na organização de arquivos e fluxo das informações pode estar precisando de um ERP. E se você não tem certeza se está com as finanças 100%, vou te falar: nesse caso você precisa de um ERP para ontem!

Imagine descobrir só daqui a alguns meses que você estava operando no prejuízo e nem sabia. Isso pode acontecer se o seu fluxo de caixa não estiver rigorosamente organizado. O lado bom é um ERP ajuda a deixar tudo infinitamente mais fácil de controlar.

Mas como estou aqui para ajudar, me sinto na obrigação de dar um conselho: é melhor prevenir do que remediar. Nada substitui uma gestão da informação integrada e estruturada, independente do tamanho da empresa. Gerenciar uma empresa sem o uso de um ERP é mais ou menos como praticar um esporte com os olhos vendados.

E quando devo implementar um CRM?

O CRM é importante principalmente para quem trabalha com vendas, seja de produtos ou serviços. Se você depende de fechar novos contratos todos os meses, ir atrás de clientes, apresentar propostas e fazer acompanhamento, pode ter certeza que o CRM é para você.

Além disso, um sistema CRM pode ser muito útil no pós-venda, porque ele te ajuda a estar sempre em contato com o cliente, dando atenção e prestando suporte nos momentos certos. Assim a satisfação aumenta, facilitando a recomendação para outras pessoas que também podem se tornar clientes.

Eu diria que o ERP é mais urgente, mas o CRM pode fazer uma diferença absurda no seu processo de vendas. Então se você está sentindo que poderia usar melhor os recursos que já tem, não custa nada estudar essa possibilidade.

No fim das contas, quanto antes sua empresa puder contar com esse apoio da tecnologia, melhor. O trabalho do dia a dia é puxado para todos, e ter ferramentas que otimizam os recursos investidos é muito recompensador para toda a equipe. Mais do que nunca, esse é o momento em que o mercado está dando espaço para quem trabalha de forma inteligente.

Consegui te ajudar? Não deixe de conferir os links de outros posts relacionados aqui do lado, no “Saiba mais”. E se sobrou alguma dúvida, comente este post.

Avatar
Adolfo Felipe da Silva

O Adolfo Felipe tem 23 anos, e 6 deles são de experiência com marketing e vendas. Atualmente faz parte do time de Marketing no Guia Empreendedor, onde é responsável pela estratégia de inbound marketing. Tem experiência em diversos segmentos como varejo, educação e tecnologia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 comentários em “Qual a diferença entre ERP e CRM?”

Assine nossa newsletter

Aprenda mais recebendo em primeira mão conteúdos que vão te ajudar a empreender usando os melhores padrões do mercado. Receba no seu e-mail o que você precisa saber para Planejar, Abrir, Gerenciar e Crescer!