8 passos para um efetivo controle de estoque

8 passos para um efetivo controle de estoque

Alguns processos podem evitar que você guarde coisas demais ou tenha coisas de menos armazenadas em sua loja

Quem não compra bem para duas vezes. Esta é a primeira máxima para quem quer fazer uma gestão e um controle correto do estoque. Quem me disse isso foi um amigo meu de longa data, que hoje tem uma loja de roupas de crianças. Ele está pensando em atrelar um e-commerce às suas vendas, para compor com o modelo tradicional como qual atua hoje.

Quando fiquei sabendo, em primeiro lugar dei os parabéns pela atitude (adoro gente que pensa em inovar mesmo quando os negócios estão indo bem do jeito que estão) e depois questionei como isso impactaria a forma como ele estoca os produtos. A resposta: nada, as premissas são as mesmas. Vou compartilhá-las com vocês:

Conheça o perfil de compra de sua clientela

Apenas sabendo o fluxo de saída de suas mercadorias você poderá planejar a entrada delas. Entenda, pela média, quantos itens são vendidos por mês, quinzena, semana ou dia. Tenha atenção especial para períodos que precedem datas comemorativas.

Conheça o perfil de entrega de seu fornecedor

De quanto em quanto tempo seu fornecedor te entrega os produtos? Depois de quanto tempo que você pediu ele consegue disponibilizar? Veja isso certinho para combinar com o fluxo de compra de seus clientes. Não adianta nada você saber que dez unidades de determinado produtos são comercializados por mês se seu fornecedor consegue lhe entregar apenas dez unidades de dois em dois meses, por exemplo.

Anote

Faça um controle de tudo o que entra e sai do estoque, anotando informações seriais dos itens para evitar extravio.

Vencimento

Caso os produtos sejam perecíveis, tenha informações completas sobre quando jogá-los fora ou quando fazer uma promoção para desová-los.

Avalie seu capital de giro

Se você tem pouco dinheiro em caixa, não vale a pena comprar muitos produtos somente para aproveitar descontos de fornecedores. Pense que estoque é um dinheiro imobilizado, que ganha liquidez somente quando é vendido.

Pouca obsolescência

Não estoque o que não é necessário. Somente ocupa espaço e custa um dinheiro que poderia ser revertido para coisas mais importantes.

Armazenamento não é bagunça

Organize bem o estoque. O mais importante: o que está lá é para ser encontrado na hora certa, de forma rápida e eficiente.

Revisão

Faça um balanço do que entrou, do que saiu e do que ainda está lá na armazenagem de forma periódica. É isso, pessoal. Existem diversas tecnologias, como softwares e leitores de etiquetas, que podem ajudar neste processo. Mas lembre-se: a ferramenta não conserta processos malfeitos, então treine seu pessoal para seguir uma metodologia.

Mateus Pinto
Mateus Pinto

Publicitário com 20 anos de experiência. Mateus é diretor de arte da Globalweb corp e Co-fundador da agência de Marketing Digital Neoside.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Aprenda mais recebendo em primeira mão conteúdos que vão te ajudar a empreender usando os melhores padrões do mercado. Receba no seu e-mail o que você precisa saber para Planejar, Abrir, Gerenciar e Crescer!