Como promover uma gestão de serviços mais eficaz

Como promover uma gestão de serviços mais eficaz

Um software completo pode ajudar sua empresa desde o controle financeiro ao registro de clientes. Conheça o USE Gestão Financeira.

Se você é empresário no Brasil, há uma grande chance de atuar no setor de serviços. Você sabe o que é importante para desenvolver uma gestão eficaz nesta área?

Começando do básico: ao contrário de um bem, o serviço é um produto intangível que é consumido enquanto é produzido. Muito abstrato, né? Melhor com exemplos simples: ônibus é um bem, transporte é um serviço; prédio é um bem, alojamento é um serviço. E assim por diante.

O Factbook da Agência de Inteligência dos EUA (CIA) estima que o setor de serviços, também chamado de terciário, respondeu por 63,3% da economia mundial em 2013. A indústria ficou com 30,7% e a agricultura, 6%. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a economia do Brasil se dividiu assim em 2013: 69,3% em serviços, 25% na indústria e 5,7% na agricultura.

De acordo com o Banco Mundial, a tendência das economias é começar dependendo da agricultura e, conforme se desenvolvem, oferecerem mais indústria e, enfim, tender para os serviços.

Vimos o que é serviço e a importância deles para a economia. É fácil pensar a gestão dele, portanto, como a administração com o objetivo de viabilizar a entrega do serviço e a satisfação do cliente. Simples, não?

Ferramentas

Há algumas ferramentas essenciais para ser um gestor mais preparado. A primeira você já tem: está pesquisando o assunto (e, modéstia à parte, começou muito bem!). A partir daí, vamos pensar em necessidades concretas e que podem ser automatizadas.

Entre as tarefas que ajudam na gestão de serviços, estão o registro dos contratos, documentação eletrônica dos projetos, agendamento e acompanhamento de atividades e controle de horas previstas/executadas.

Também é preciso garantir o controle financeiro, fiscal e contábil da companhia; planejar projetos serviços de rotina e serviços avulsos. Esses e outros passos podem ser automatizados com softwares de Sistema Integrado de Gestão Empresarial, ou Enterprise Resource Planning (ERP).

Também é essencial controlar a base de clientes, registrando as contas qualificadas e potenciais e gerindo as oportunidades de fechar novos negócios. Essa demanda é tratada por programas de Administração de Relacionamento com Clientes, ou Costumer Relationship Management (CRM).

Ficou alguma dúvida? Que desafios você enfrenta para desenvolver uma boa gestão de serviços? Ah, e já exploramos a diferença entre ERP e CRM em um post anterior.

Mateus Pinto
Mateus Pinto

Publicitário com 20 anos de experiência. Mateus é diretor de arte da Globalweb corp e Co-fundador da agência de Marketing Digital Neoside.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Aprenda mais recebendo em primeira mão conteúdos que vão te ajudar a empreender usando os melhores padrões do mercado. Receba no seu e-mail o que você precisa saber para Planejar, Abrir, Gerenciar e Crescer!