Preparando o time para o fim do ano

Preparando o time para o fim do ano

A melhor coisa a fazer é conversar com o time. Veja quais são as entregas de dezembro e quais as perspectivas de cada área para atender aos prazos

Sei bem como é: vai chegando o fim do ano e a preguiça toma conta dos funcionários. A ideia de uma semana de folga, ou, melhor ainda, das férias coletivas, vem acompanhada de uma sensação de que tudo pode ser adiado, deixado para 2015. Afinal, o ano já acabou, praticamente, não é?

Mais ou menos.

Eu faço de tudo para que o Clico do Futuro não fique bravo com o Clico do Passado. Busco adiar projetos e objetivos o mínimo possível, de forma a evitar que o trabalho se acumule e complique o trabalho lá na frente. Mas passar essa mesma perspectiva para os funcionários não é trabalho fácil, eu bem sei.

A melhor coisa a fazer é conversar com o time. Veja quais são as entregas de dezembro e quais as perspectivas de cada área para atender aos prazos. Avalie se há objetivos difíceis de serem cumpridos, como, por exemplo, a entrega de notas fiscais no dia 25 – o calendário de dezembro é bem diferente do restante do mês, então a preparação deve ser feita com atenção. “Adiante” tudo o que puder ser feito antes do período de festas. Se não for possível, encontre uma solução que seja melhor para todos. Questione se os colaboradores têm alguma sugestão para resolver esse e outros tipos de imbróglios.

Se você ainda não estruturou seu plano de negócios para 2015, imagino que, ao menos, tenha uma ideia dos principais objetivos para janeiro. Tenha a garantia que cada departamento conheça suas responsabilidades e não seja “pego” de surpresa nos primeiros dias do Ano Novo com entregas impossíveis de serem realizadas, especialmente no que diz respeito a novos projetos. Informe a equipe meramente como registro: não gere ansiedade em ninguém.

Caso alguém fique sozinho de plantão na empresa, deixe todos os seus contatos, ou de um gerente, à disposição. É importante que, diante de qualquer impasse, consigam contatar alguém para ajudar. Pense, também, na estratégia de home office, no caso de atividades estritamente necessárias.

Acima de tudo, deixe claro: período de descanso é período de descanso. A não ser que você trabalhe no esquema de plantão, o recesso deve ser exclusivo para lazer e não é nada saudável levar trabalho para ser finalizado em casa. E isso vale ão só para seus funcionários, mas para você também.

Espero ter ajudado. E bom fim de ano!

 

[button link=”https://guiaempreendedor.com/duvidas-de-como-gerir-sua-empresa-mande-para-nos-que-o-clicoresponde/” target=”blank” color=”8BC751″ icon=”fa-check” style=”pill” size=”large” tooltip=”Tire sua dúvida”]Tem uma pergunta? o #ClicoResponde[/button]

Mateus Pinto
Mateus Pinto

Publicitário com 20 anos de experiência. Mateus é diretor de arte da Globalweb corp e Co-fundador da agência de Marketing Digital Neoside.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assine nossa newsletter

Aprenda mais recebendo em primeira mão conteúdos que vão te ajudar a empreender usando os melhores padrões do mercado. Receba no seu e-mail o que você precisa saber para Planejar, Abrir, Gerenciar e Crescer!